Acompanhando as estreias da semana, vamos falar de Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw!

O filme Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw (Fast & Furious Presents: Hobbs & Shaw) lançado em 2019 foi dirigido por David Leitch, com roteiro de Chris Morgan e Drew Pearce.

Esse longa-metragem é o primeiro derivado (spin-off) da franquia Velozes e Furiosos lançado nas telonas.

Desde que se conheceram, Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (Jason Statham) constantemente bateram de frente, não só por inicialmente estarem em lados opostos mas, especialmente, pela personalidade de cada um. Agora, a dupla precisa unir forças para enfrentar Brixton (Idris Elba), um homem alterado geneticamente que deseja obter um vírus mortal para pôr em andamento um plano que mataria milhões de pessoas em nome de uma suposta evolução da humanidade. Para tanto eles contam com a ajuda de Hattie (Vanessa Kirby), irmã de Shaw, que é também agente do MI6, o serviço secreto britânico.

O filme conta com Dwayne Johnson, Jason Statham, Idris Elba, Vanessa Kirby, Eddie Marsan, Eiza Gonzalez, Cliff Curtis em seu elenco. Com participação especial de Helen Mirren, Kevin Hart e Ryan Reynolds.

Nascido de um cenário de improviso, a ideia pra Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw começou com um belo “E se…” que resultou na combinação de dois grandes atores de filmes de ação Dwayne “The Rock” Johnson e Jason Statham, que foram rivais em Velozes & Furiosos 7 (Furious 7) e iniciaram uma conturbada parceria em Velozes e Furiosos 8 (The Fate of the Furious).

É uma característica da franquia que se manteve nesse spin-off, eles elevaram as situações a extremos ainda maiores que os filmes anteriores da franquia, o que exige uma suspensão de descrença alta do expectador.

Mas como fã da franquia eu já esperava esses exageros portanto consegui me divertir muito com as cenas “impossíveis” que o filme proporciona com tantos efeitos especiais.

Dentro da proposta da franquia, o filme consegue fazer algumas conexões, mas se empenha mesmo em criar um universo separado do que já vimos na franquia o filme. Um ambiente maior de conspiração e espionagem, traz ao filme um “tom” diferente e interessante.

O roteiro alem de ação desenfreada ainda consegue explorar bem os novos protagonistas onde conhecemos a família de Hobbs com mais detalhes sobre o passado do agente do governo e nos deparamos com uma reviravolta no passado de Shaw, onde conseguimos mais detalhes do passado dele e entendemos mais sobre o relacionamento dele com sua família.

Ambos os personagens tiveram tempo de tela pra explorar mais os seus personagens e tanto o Dwayne “The Rock” Johnson e Jason Statham, trazem as nuances de seus personagens pra tela de forma interessante.

Com certeza o ponto mais forte desse filme é o carisma e a dinâmica entre os protagonistas, que rende desde diálogos “implicantes” ate cenas ação bem coordenadas.

Agora temos que dar destaque ao vilão deste filme! Interpretado por Idris Elba o super soldado Brixton é o principal responsável pela urgência e perigo que desenvolvem grande parte do filme.

As participações especiais geram bons momentos de alívio cômico assim como ajuda a movimentar a história para frente.

Nem tudo são elogios apesar das grandes perseguições de carros e muitas lutas bem coreografadas, os cortes rápidos e muitas vezes secos prejudicam o entendimento do desenrolar da luta em si, principalmente a luta final.

Ainda sim o filme conta com boas sequencias de ação e alta qualidade técnica.

O Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw é a dica de hoje! Se já viram deixem suas impressões aqui no blog.

Confiram o trailer aqui em baixo:

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw - Comentários
3.4Overall Score
Reader Rating: (0 Votes)
Translate »