Seguindo com a maratona de filmes, hoje o filme escolhido é Os 8 Odiados! hateful_eight_ver10_xlg

O filme Os 8 Odiados (The Hateful Eight) lançado em 2015 nos EUA e que chega somente em 2016 no Brasil, foi escrito e dirigido por Quentin Tarantino. Apesar das noticias sobre a produção Kill Bill Vol. 3 e a sequência de Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds, 2009), o diretor Quentin Tarantino já anunciou sua aposentadoria.

O filme já recebeu varias indicações no Globo de Ouro 2016 e é um dos candidatos mais fortes a serem contemplados nas categorias do Oscar 2016, que até a publicação desse post ainda não liberou a lista de indicados.

A trama de Os 8 Odiados se passa anos após a Guerra Civil, no interior do Wyoming, uma diligência levando o caçador de recompensas John Ruth, também chamado o Homem da Forca, e a fugitiva Daisy Domergue, sofre um acidente e os dois seguem para a cidade de Red Rock, onde Daisy será entregue à justiça.

No caminho, eles encontram o Major Marquis Warren, ex-soldado da União que se tornou mercenário, e Chris Mannix, sulista que acredita ser o novo xerife da cidade por direito. Os quatro se perdem numa forte nevasca, e buscam refúgio na parada de Minnie, nas montanhas. Lá, encontram Bob, o mexicano encarregado do local enquanto a dona visita a mãe; o carrasco de Red Rock, Oswald Mobray, o Pequeno Homem; o caubói Joe Gage e o General Sandy Smithers, um confederado. Enquanto a nevada não lhes dá trégua, os oito viajantes vão descobrir que Red Rock pode estar muito mais longe do que eles imaginam.

Inspirado nos clássicos do gênero Sete Homens e um Destino (1960) e Os Doze Condenados (1967) e seguindo o estilo de narrativa das adaptações de Sin City (que Tarantino entrou como diretor convidado) o roteiro divide a primeira parte da história em arcos de personagens.

poltrona_hateful-eight-cast-tarantino

O faroeste é centrado em oito personagens: O Caçador de Recompensas (Samuel L. Jackson); O Carrasco (Kurt Russell); O Confederado (Bruce Dern); O Cowboy (Michael Madsen); O Mexicano (Demián Bichir); O Pequeno (Tim Roth); A Prisioneira (Jennifer Jason Leigh); e O Xerife (Walton Goggins).

Alem dos arcos que foram bem construídos durante o desenvolvimento do filme e que se interligam (ainda que deixem algumas pontas para a interpretação do expectador), o roteiro trabalha bem a falta de confiança, a tensão e paranóia entre os personagens e volta a fazer uma critica ao abordar conflitos raciais, assim como Tarantino fez em Django Livre (Django Unchained, 2012).

Esse longa-metragem é o mais longo já feito por Tarantino com 3 horas e 2 minutos de duração, apesar do ritmo inicial ser lento… A segunda metade com mais adrenalina mantém o mesmo ritmo que os maiores filmes de Tarantino.

O elenco foi muito bem escolhido o longa-metragem conta com Samuel L. Jackson, Walton Goggins, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh, Tim Roth, Zoë Bell, Michael Madsen, Bruce Dern, Demián Bichir e Channing Tatum.

Menção honrosa a  Samuel L. Jackson que esta muito bem no filme e se destaca, seguido por Kurt Russell e Tim Roth, na minha opinião. Não esquecendo outra menção a honrosa a Jennifer Jason Leigh que foi ótima, segurou bem as cenas de tensão merecendo a indicação ao Globo de Ouro 2016.

Depois do roteiro e do elenco, outro ponto positivo do filme é a trilha sonora muito bem elaborada e executada, que também recebeu indicação no Globo de Ouro 2016 e que é uma marca dos filmes de Tarantino (que sempre tem grandes trilhas).

O filme Os 8 Odiados, vale muito a pena assistir! É interessante ver como Tarantino une humor e violência no gênero faroeste, então fica a dica. Vejam e depois deixem suas impressões nos comentários.

Confiram o trailer do filme aqui em baixo:

Os 8 Odiados - Comentários
4.2Overall Score
Reader Rating: (12 Votes)
Translate »