Acompanhando as estreias da semana, vamos falar de Jack Sparrow… CAPITÃO Jack Sparrow e Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar, com o minimo de spoillers possíveis!

O filme Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar (Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales) lançado em 2017, foi dirigido por Joachim Ronning e Espen Sandberg, com roteiro Jeff Nathanson.

Dessa vez o Capitão Jack Sparrow se encontra com os ventos da má sorte soprando, quando o capitão Salazar (Javier Bardem) se torna a nova pedra no sapato do capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), depois de escapar do Triângulo do Diabo. Salazar lidera um exército de piratas fantasmas assassinos e está disposto a matar todos os piratas existentes na face da Terra, principalmente Jack Sparrow.

Para escapar, Sparrow precisa encontrar o Tridente de Poseidon – um artefato poderoso que dá ao seu dono o controle dos sete mares e tem o poder de quebrar qualquer maldição. Para encontrá-lo, ele tem que fazer uma aliança com a brilhante astrônoma Carina Smyth (Kaya Scodelario) e o teimoso marujo Henry Turner (Brenton Thwaites).

Novamente estrelado por Johnny Depp, o filme conta com Javier Bardem, Brenton Thwaites, Kaya Scodelario, Orlando Bloom, Geoffrey Rush, Kevin McNally, Golshifteh Farahani, Stephen Graham, Martin Klebba, David Wenham e Adam Brown, em seu elenco. Com participação especial de Paul McCartney e Keira Knightley.

Como é bom voltar aos sete mares com tantos personagens icônicos e a adição de bons atores ao elenco.

O fôlego do filme deve-se com certeza aos novos personagens que dividem o protagonismo com os antigos personagens. A personagem da Kaya Scodelario me surpreendeu porque no caso em acreditava que ela faria apenas uma participação, mas a personagem não só tem grande função no filme como tem grande tempo de tela.

Com o término da história de Elizabeth Swann (Keira Knightley) e Will Turner (Orlando Bloom) em Piratas do Caribe – No Fim do Mundo (2007) confesso que duvidava da volta desses bons personagens, mas o roteiro dessa nova aventura consegue reunir o que foi bom na trilogia Piratas do Caribe e também consegue evitar erros que geraram o fraco quarto filme da franquia Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas (2011).

Em Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar, temos bons efeitos especiais e a qualidade técnica cada mais aumenta! Figurinos e fotografia são os pontos que mais chamam atenção, e foi usado a tecnologia de rejuvenescimento para apresentar o jovem Jack.

A sequencia inicial é a promessa de mesmo com o Capitão Jack Sparrow tendo má sorte e diversão é garantida!

Vamos falar do vilão! Javier Bardem dá a vida ao “Matador dos Mares” o Capitão Salazar, mais um personagem que tem contas a acertar com o nosso querido capitão Sparrow. O background do personagem é desenvolvido por meio de flashback, isso foi feito de forma muito rápida, na minha opinião.

Javier Bardem fez uma boa atuação, mas forma de representar os piratas fantasmas, no caso a escolha de apresentar eles com partes que pareciam simplesmente cortadas na edição não ficou boa, pelo menos para mim.

Se fizermos uma comparação tanto no 1º filme onde os piratas eram mortos-vivos como no 2º e 3º que tem piratas mesclados com partes de barcos e animais marinhos, os efeitos tornaram os “vilões” mais interessantes característica que foi perdida nesse quinto filme.

A aventura traz grandes sequencias abertas, lutas de piratas, explora o passado de personagens antigos adicionando novidades. Com um final deixando espaço para mais uma nova aventura, eu acredito que tudo depende da bilheteria que o filme vai conseguir arrecadar para termos mais um filme.

Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar com certeza vale a pena assistir!

Curiosidades rápidas:

  • O filme teve um orçamento de US$ 320 milhões de dólares.
  • Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra (2003) arrecadou US$ 654 milhões nas bilheterias mundiais e garantiu de imediato duas continuações, Piratas do Caribe – O Baú da Morte (2006) e Piratas do Caribe – No Fim do Mundo (2007).
  • O título do filme seria Piratas do Caribe 5: Os Mortos Não Contam Histórias, porém sofreu alteração no Brasil.
  • Essa é a 1ª vez que Hans Zimmer não compõe a trilha sonora do filme, dessa vez a trilha ficou por conta Geoff Zanelli. Contudo os temas originais da franquia se mantiveram no filme.

Confiram o trailer aqui em baixo:

Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar - Comentários
3.7Overall Score
Reader Rating: (10 Votes)
Translate »