Já foi lançado nos EUA o terceiro filme dos Mercenários (The Expendables 3) e eu aproveitei o dia dos pais para conferir!mercenario3

Esse filme tem como cabeça, roteirista, produtor, protagonista… Nada mais, nada menos do que Sylvester Stallone, e com traz um elenco fortíssimo de filmes de ação, mas será que é tudo sobre tiros este filme??? Não temos uma visão de amizade e família que é uma mensagem muito importante bem colocada dentro da história.
Tendo dito isso, realmente tem muito tiro nesse filme além de cenas de ação bem coreografadas que fazem todo sentido se você relevar a idade dos astros, por exemplo, próximo ao final do filme, temos uma cena de Stallone correndo estilo missão impossível, só com os antebraços, uma corrida que nem Tom Cruise iria sobreviver para se pendurar por uma corda em um helicóptero em fuga.
Esse não é o tipo de filme que se assisti procurando veracidade afinal praticamente 90% do elenco é conhecido por ser simplesmente os melhores no que fazem, eles atiram antes, atiram depois e atiram mais e ainda fazem perguntas ao bandidos depois.
A história começa com mais uma missão do personagem de Stallone (Barney) e Christmas personagem do Jason Statham, a dupla já exibe uma forte amizade desde o primeiro filme e realmente da pra se acreditar nessa relação de irmandade não somente dos dois mas para com todo o elenco antigo. A missão tem a primeira etapa que se trata de resgatar o Wesley Snipes, nosso querido Blade, de um trem onde ele esta sendo transportado para uma prisão secreta.
A reviravolta vem na segunda etapa da missão onde Conrad Stonebanks (Mel Gibson), um poderoso traficante de armas, co-fundador dos Mercenários, e que todos pensavam estar morto há anos, na verdade esta vivo.
Como forma de renovar a equipe Stallone parti em busca de novos talentos adicionando a equipe dos mercenários Kellan Lutz (infelizmente ele fez crepusculo, mas esta bem no filme), Ronda Rousey (uma lutadora de MMA), Victor Ortiz e Glen Powell.
Daí pra frente Stallone a pedido do agente Harrison Ford vai pra cima de Mel Gibson, em uma tentativa de captura-lo, Terry Crews (o pai do Cris) faz uma participação muito menor nesse filme, e Antonio Banderas como um tagarela entra como veia cômica pra aliviar a tensão. Uma coisa é certa Antonio Banderas teve mais falas nesse filme que o Jet Li na trilogia inteira.
Toda vez que dava um close no rosto de Arnold Schwarzenegger eu esperava ele dizer a famosa frase “I’ll be back”. Senti falta de Bruce Wilis e sem dúvida se o Stallone tivesse chamado o Chuck Norris ao invés dos 4 novatos, ele teria pego Mel Gibson na primeira tentativa.
O filme é bom, é mais um tributo aos antigos filmes de ação desenfreada e merece o reconhecimento devido aos grandes nomes do elenco.
#VoltaChuckNorris #QueroVerTiro
Os Mercenários 3 - Tiro, porrada, bomba e mais tiros
3.3Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »