Acompanhando as estreias da semana, vamos falar de Rampage: Destruição Total!

O filme Rampage: Destruição Total (Rampage) lançado em 2018 foi dirigido por Brad Peyton, com roteiro de Carlton Cuse, Ryan J. Condal e Adam Sztykiel.

Davis Okoye é um primatologista (Dwayne Johnson), um homem recluso que compartilha um vínculo inabalável com George, um gorila muito inteligente que está sob seus cuidados desde o nascimento.

Quando um experimento genético desonesto é feito em um grupo de predadores que inclui o primata, os animais se transformam em monstros que destroem tudo em seu caminho. Agora Okoye tenta conseguir um antídoto e impedir que seu amigo provoque uma catástrofe global.

O filme é estrelado por Dwayne Johnson e também conta com Naomie Harris, Malin Åkerman, Jake Lacy, Joe Manganiello, Jeffrey Dean Morgan, P.J. Byrne, Marley Shelton, Jack Quaid, Matt Gerald e Demetrius Grosse, em seu elenco.

Rampage: Destruição Total é baseado no jogo de videogame antigo de mesmo nome lançado em 1986 e aposta em Dwayne Johnson para fazer funcionar a história, assim como foi em Jumanji: Bem-vindo à Selva (Jumanji: Welcome to the Jungle, 2018).

Muitos filmes atualmente que são lançados estão apostando que é só colocar o Dwayne “The Rock” Johnson no filme que ele imediatamente vai ser um sucesso, a fórmula não esta completamente errada realmente!

É um fato que o carisma do ator atrai muitos expectadores para seus filmes, contudo The Rock não é o suficiente neste caso para estimular Rampage: Destruição Total.

O filme tem um roteiro simples que apesar de trazer muitos elementos irreais, consegue manter um ritmo de urgência condizente com a história que esta contando, porem em diversos momentos o roteiro se perde.

Para assistir a um filme de “monstros” esta implícito ao expectador que o filme exige que você não se prenda a realidade, mas me incomodou muito no filme a falta de senso de realidade, pois quando o protagonista é atingido a “queima-roupa” por um tiro é importante para dar o devido impacto no filme.

Não é só irreal os ferimentos do The Rock nesse filme, a suspensão de crença tem que ser muito grande porque mesmo baleado o personagem consegue fazer coisas incríveis e entre um momento e outro faz cara de dor pra lembrar ao expectador que aconteceu embora não tenha causado nenhum dano e nem foi feito nenhum tipo de curativo.

Com certeza os pontos positivos nesse filme são suas cenas de ação e criaturas diferentes.

Os efeitos visuais desse filme são muito bem feitos, todas as criaturas do filme tem muitos detalhes o que tornam as criaturas ate mais interessante que os outros personagens, o gorila George é o personagem mais completo de todo o filme.

O terceiro ato onde ocorre a ação desenfreada é definitivamente o mais interessante!

As cenas de ação e destruição do filmes são muito bem feitas e realmente o fato de não ser 3D nesses momentos trazem uma grande perda para o filme.

Rampage: Destruição Total é mais um filme baseado em videogame que apesar do potencial entregou um resultado mediano e uma adaptação fraca para as telonas.

Se já viram Rampage: Destruição Total deixem suas impressões aqui no blog também.

Confiram o trailer aqui em baixo:

Rampage: Destruição Total - Comentários
2.8Overall Score
Reader Rating: (2 Votes)
Translate »