Hoje para mais uma rapidinha, o filme escolhido foi Tempestade: Planeta em Fúria!

O filme Tempestade: Planeta em Fúria (Geostorm) lançado em 2017 foi escrito e dirigido por Dean Devlin.

A ocorrência cada vez mais frequente de eventos climáticos capazes de ameaçar a existência da humanidade faz com que seja criada uma extensa rede de satélites, ao redor de todo o planeta, de forma a controlar o próprio clima.

Apelidado de “Dutch Boy”, este sistema construído a partir da cooperação de 17 países é coordenado pelo engenheiro Jake Lawson (Gerard Butler). Após anos de dedicação, ele é afastado da função devido a questões políticas e, em seu lugar, é nomeado seu irmão caçula, Max (Jim Sturgess).

Três anos depois, quando a coordenação do “Dutch Boy” está prestes a ser transferida dos Estados Unidos para a ONU, falhas pontuais provocam uma forte nevasca em pleno deserto no Afeganistão e altíssimas temperaturas em Hong Kong, que matam centenas de pessoas.

Jake é então convocado para descobrir o que está acontecendo e, enviado para a estação internacional, desvenda uma imensa conspiração ao mesmo tempo em que precisa deixar para trás os atritos existentes com Max e trabalhar em parceria com o seu não muito querido irmão para impedir que uma tempestade de proporções épicas destrua o planeta.

O filme conta com Gerard Butler, Jim Sturgess, Abbie Cornish, Alexandra Maria Lara, Daniel Wu, Eugenio Derbez, Ed Harris e Andy Garcia, em seu elenco.

Esse filme apesar de não trazer grandes novidades, afinal esse filme trabalha a mesma ideia de bons filmes de catástrofe como O Dia Depois de Amanhã (The Day After Tomorrow, 2004) onde a catástrofe climática tem repercussões globais.

Esse longa-metragem traz bons efeitos especiais e é o tipo de filme interessante para se assistir em uma sala 4D, onde o expectador consegue imergir de fato nas milhares de coisas que estão acontecendo ao mesmo tempo em tela.

Bem superficialmente o roteiro tenta criar uma grande conspiração, mas o desenvolvimento dessa parte da trama deixa muito a desejar.

Isso atrapalha em minha opinião os dois primeiros atos, quando o roteiro passa a imprimir a sensação de urgência e desastre iminente o filme volta a se tornar muito interessante, pelo menos em minha opinião.

Sobre as atuações, apesar de nomes importantes nem mesmo Abbie Cornish e Gerard Butler se destacam! O elenco como um todo entregou atuações medianas.

O filme Tempestade: Planeta em Fúria vale a pena ser assistido por causa dos efeitos especiais, não é um grande filme, tem um roteiro fraco, mas atinge o objetivo principal que é ser um entretenimento.

Alem disso é uma boa escolha para se assistir em uma sala 4D!

A experiencia que o filme proporciona dentro de uma sala 4D, devo admitir é ate mais interessante que o próprio filme, por isso fica a dica.

Confiram o trailer aqui em baixo:

"Rapidinha" Tempestade: Planeta em Fúria - Comentários
2.8Overall Score
Reader Rating: (2 Votes)
Translate »