Hoje o filme escolhido é a grande aposta da Paramount, Ghost in the Shell!

O filme Ghost in the Shell lançado em 2017 foi dirigido por Rupert Sanders, com roteiro de Jonathan Herman e Jamie Moss.

O filme é a adaptação do anime Ghost in the Shell – O Fantasma do Futuro (1995), dirigido por Mamoru Oshii.

Ambientado em 2029. O mundo se tornou um local altamente informatizado, a ponto dos seres humanos poderem acessar extensas redes de informações com seu ciber-cérebros ou aprimorarem seus corpos, a tecnologia está em todos os lugares.

A agente cibernética Major Mira é a líder da unidade de serviço secreto seção 9, que combate crimes cibernéticos e caça ciber-terroristas.

A investigação se inicia quando diversos empregados da grande corporação cibernética Hanka começam a ser atacados e ter seus ciber-cérebros hackeados.

O ataque a corporação Hanka foi organizado pelo hacker conhecido como Kuze, especialista em invadir e controlar o cérebro cibernético das pessoas, tem que ser encontrado a todo custo. O governo informa que o hacker deve ser detido a todo custo.

Agora, Motoko e sua equipe terão que caçar este criminoso, e vão acabar se envolvendo em uma trama de conspirações, que atinge interesses da alta cópula da política.

A fotografia esta muito bem feita, a cidade parece uma Tokio do futuro e existe referencias a Blade Runner, o Caçador de Androides (Blade Runner, 1982), como grandes outdoors 3D animados. A diferença é que é muito mais colorido do que foi a fotografia de Blade Runner.

Nas cenas de ação, o estilo de luta e coreografias me lembraram em diversos momentos a Trilogia Matrix, o que faz sentido ter sido mantido dessa forma no filme porque o anime deu referencias para Matrix e agora nessa adaptação as referencias voltaram ainda mais carregadas.

Agora é necessário falar dos problemas… A simplicidade narrativa do roteiro que tinha o trabalho de combinar ação, ficção cientifica e cyberpunk, infelizmente também deixou a história previsível e cheia de “barrigas”. O ritmo do filme ficou muito ruim, pelo menos em minha opinião.

O filme é visualmente interessante, ate mesmo a tecnologia 3D foi bem utilizada, mas não passa de uma história de fraca. As sequencias de luta são bem introduzidas no filme, mas a parte dramática ficou muito a desejar. Quando foi anunciado o filme eu cheguei a procurar o anime para assistir e infelizmente esse filme não chega aos pés do anime.

No quesito direção de arte e respeito a obra, a adaptação se sai bem tem sequencias que estão iguais ao anime, porem o filme, digo novamente em minha opinião, ficou muito fraco.

Curiosidades rápidas:

  • Esse longa-metragem é baseado no anime Ghost in the Shell, O Fantasma do Futuro (1995 ), dirigido por Mamoru Oshii.

Ghost in the Shell é a dica de hoje! Se já viram deixem as suas impressões aqui no blog.

Confiram o trailer aqui em baixo:

Ghost in the Shell - Comentários
3.0Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »