Hoje o filme escolhido para mais uma rapidinha é O Lobo de Wall Street!

lobo-wall-streetO filme O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street) lançado em 2013 foi dirigido por Martin Scorsese, com roteiro de Terence Winter. O filme é a adaptação do livro de memórias de Belfort, que era um corretor de títulos de Nova York que dirigia uma firma, a Stratton Oakmont, que praticava fraudes de seguro e corrupção em Wall Street na década de 90.

Durante seis meses, Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio) trabalhou duro em uma corretora de Wall Street, seguindo os ensinamentos de seu mentor Mark Hanna (Matthew McConaughey). Quando finalmente consegue ser contratado como corretor da firma, acontece o Black Monday, que faz com que as bolsas de vários países caiam repentinamente. Sem emprego e bastante ambicioso, ele acaba trabalhando para uma empresa de fundo de quintal que lida com papéis de baixo valor, que não estão na bolsa de valores. É lá que Belfort tem a ideia de montar uma empresa focada neste tipo de negócio, cujas vendas são de valores mais baixos mas, em compensação, o retorno para o corretor é bem mais vantajoso.

Ao lado de Donnie (Jonah Hill) e outros amigos dos velhos tempos, ele cria a Stratton Oakmont, uma empresa que faz com que todos enriqueçam rapidamente e, também, levem uma vida dedicada ao prazer.

O filme é estrelado por Leonardo DiCaprio e conta também com Jonah Hill, Margot Robbie, Matthew McConaughey, Kyle Chandler, Rob Reiner, Jon Bernthal, Jon Favreau e Jean Dujardin, em seu elenco.

Acho que é possível atribuir o sucesso do filme a brilhante dinâmica entre o diretor Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio. Pessoalmente esse filme deveria ter rendido o Oscar ao DiCaprio, mas essa injustiça já foi corrigida com o filme O Regresso (The Revenant, 2015).

Lobo

O trabalho de adaptação de um livro controverso que precisava ser exposto de forma mais ousada nas telas de cinema. E é também por isso que O Lobo de Wall Street tem tamanha importância no cinema contemporâneo, irreverencia do filme é um dos pontos mais fortes do filme.

Com um tom satírico, critico e auto-referencial o roteiro conquista o público menos conservador e incomoda um pouco os mais conservadores, pois traz uma das “pedaladas” mais marcantes dos Estados Unidos com muita situações politicamente incorretas, drogas, corrupção e palavrões.

lobo-wall-street-1

Diversas vezes ao longo do desenvolvimento do filme, o roteiro tenta ser didático sem ser realmente didático, apresentando o conceito de como funcionava as apólices de seguros na época. O diretor Scorsese se reiventa com a utilização da quebra da quarta parede.

A fotografia do filme é muito interessante, ambienta bem a cidade de Nova York de 1990. O filme é muito engraçado e prende a atenção do expectador em todos os momentos.

Pessoalmente para mim é um dos melhores filmes que a dupla Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio fizeram, eu gosto também de Os Infiltrados (2006) e Gangues de Nova York (2002) que ainda vão ganhar posts especiais aqui no blog.

Curiosidades rápidas:

  • É a quinta colaboração entre Scorsese e DiCaprio, e a segunda entre Scorsese e Terence Winter depois de Boardwalk Empire.
  • O Lobo de Wall Street foi originalmente planejado para ser filmado digitalmente apesar de ter sido filmado em 2D.
  • No filme, a maioria dos nomes dos personagens da vida real originalmente em livro de memórias de Belfort foram alterados.
  • O filme bateu o recorde com 506 usos da palavra “Foda-se”.

O Lobo de Wall Street é a dica de hoje! Vejam e deixem suas impressões sobre o filme também aqui no blog.

Confiram o trailer do filme aqui em baixo:

"Rapidinha" O Lobo de Wall Street - Comentários
4.3Overall Score
Reader Rating: (9 Votes)
Translate »