eu-robo-posterHoje o filme escolhido para comentarmos é Eu, Robô!

O filme Eu, Robô (I, Robot) lançado em 2014 foi dirigido por Alex Proyas, com roteiro de Jeff Vintar e Akiva Goldsman. O roteiro foi baseado nas três Leis da Robótica criadas pelo escritor Isaac Asimov em sua famosa série de contos.

A história se passa no ano de 2035, onde robôs existem para servir os humanos e a existência de robôs é algo corriqueiro, onde os robôs são usados constantemente como empregados e assistentes. O Detetive Del Spooner (Will Smith) é chamado para investigar a morte de seu velho amigo, o Dr. Alfred Lanning (James Cromwell), um funcionário da empresa US Robotics, comandada por Lawrence Robertson (Bruce Greenwood), que está prestes a colocar o modelo NS-5 no mercado.

Com a ajuda da Dra. Susan Calvin (Bridget Monayhan), precisam desvendar o que realmente aconteceu, pois quando o Dr. Miles aparece morto, o principal suspeito de ter cometido o crime é justamente um robô.

O caso se complica exatamente porque o suspeito é um robô e os robôs possuem um código de programação chamado Lei dos Robóticos, que impede que façam mal a um ser humano. A possibilidade dos robôs terem encontrado um meio de quebrarem a Lei dos Robóticos pode permitir que eles dominem o planeta, já que nada mais poderia impedi-los de subjugar os seres humanos.

Todas as premissas do filme são muito interessantes, o roteiro apresenta de forma empolgante as ideias de Asimov e tem muito das brincadeiras com as diferentes implicações da lógica das leis dentro do roteiro, assim como no livro de Asimov. Ainda que tenha sido baseado nos contos, o longa-metragem tem poucas semelhanças com o livro no quesito história. O filme tem bem mais ação para se estabelecer como um blockbuster.

Isso permitiu que o roteiro cria-se situações absurdas e perigosas para os humanos envolvendo os robôs, como a emboscada na rodovia, onde o personagem de Will Smith enfrenta vários robôs que não deixam vestígios e fazem uma conspiração para desacredita-lo.

eu-robo-cena-3

O arco do personagem principal foi muito bem construído, no inicio o preconceito dele contra robôs movimenta a trama, mas com o desenrolar do desenvolvimento do filme é mostrado ao público as verdadeiras motivações do personagem.

eu-robo-cena

O filme conta com Will Smith, Bridget Moynahan, Alan Tudyk, Bruce Greenwood, Chi McBride, James Cromwell, David Haysom e Shia LaBeouf.

O elenco todo estava bem no filme o personagem de Shia LaBeouf que servia como alivio cômico era interessante, embora não movimentasse a trama. Esse filme, para mim, é um dos filmes mais interessantes feito pelo Will Smith. A fotografia futurista esta muito bem feita e bons efeitos especiais.

Curiosidades rápidas sobre o filme:

  • O processo usado na criação do robô Sonny é idêntico ao utilizado para o personagem Gollum nos filmes da trilogia O Senhor dos Anéis e no Hobbit. O ator Alan Tudyk teve vários sensores presos ao seu corpo e atuou em todas as cenas do personagem, sendo posteriormente substituído por animação computadorizada.
  • Durante uma cena do filme é possível ver em uma das lojas de robô, o AIBO, robô que imita um cachorro lançado pela Sony e que é um grande sucesso de vendas (na verdade o filme esta cheio de propagandas de produtos Sony).
  • O filme recebeu uma indicação ao Oscar na categoria de “Melhores Efeitos Visuais”.

O filme Eu, Robô é a dica de hoje!

Confiram o trailer aqui em baixo:

Eu, Robô - Comentários
4.0Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »