Hoje vamos falar do filme A Série Divergente – Insurgente!
O filme A Série Divergente – Insurgente (Insurgent) dirigido por Robert Schwentke e lançado em 2015, é a continuação do sucesso juvenil baseado na série literária de Veronica Roth.
A história é ambientada nas ruínas de uma Chicago futurista, é a consequencia direta do final de Divergente (2014) onde dessa vez, os riscos para Tris (Shailene Woodley) aumentam quando ela decide procurar por aliados e respostas. Tris e Quatro (Theo James) agora são fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição. Eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição querem impedi-los. Amedrontada pelas escolhas do passado, Tris, ao lado de Quatro, passa a encarar desafios impossíveis a fim de descobrir toda a verdade sobre o passado e também o futuro de seu mundo.
Esse segundo filme da série se distanciou dos Jogos Vorazes (comparação que muitas pessoas fazem), mas ainda tem problemas… E são problemas próprios na história/roteiro, como por exemplo como o Caleb volta pra sua facção sem explicação, porque a Tris ão passou pelas simulações como divergente identificando que era apenas uma simulação como no primeiro filme etc. Falo como quem somente viu o filme e não leu o livro.
Um erro que tanto fãs como espectadores comuns cometem é julgar o filme pelo livro (ou vice-versa), são mídias diferentes que tem formas distintas de conversar com o público. Não tem como colocar todos os detalhes do livro no filme, mas tem certas coisas que uma vez que apresentada no filme tem que ser explicada em algum momento.
Os efeitos especiais melhoraram ainda que a conversão para o 3D tenha deixado a desejar, a direção de arte melhorou e uma das coisas mais importantes as lutas melhoraram.
O filme tem coisas interessantes! Não tem violência gratuita, mas tem boas mortas, pessoalmente teve 2 mortes que eu adorei no filme (não vou dar spoillers). 
Sobre o elenco, Shailene Woodley com sua personagem multifacetada esta bem no filme, Theo James repete a atuação do primeiro, Miles Teller depois de Wiplash (2014) é difícil pra mim não gostar dele… Claro que o filme do Quarteto Fantástico ainda pode mudar isso, Ansel Elgort estava muito avulso no filme, eu atribuo isso ao roteiro, e ainda sim foi bem. Kate Winslet boa vilã, não entra nos meus favoritos, mas foi bem, Jai Courtney como antagonista evoluiu do primeiro para esse filme. Como coadjuvantes Zoë Kravitz e Octavia Spencer compõe um grupo equilibrado. O reforço de Naomi Watts (que ao lado de Kate Winslet, aumentou o prestígio do elenco).
A dimensionalidade da personalidade da personagem principal foi melhor aproveitada, agora é possível enxergar na Tris as características das 3 facções que ela tem aptidão.
O filme Insurgente tem seus erros e acertos, ainda precisa ser melhor estruturado, no entanto é um bom entretenimento. Fica a dica.
A Série Divergente: Insurgente - Comentários
3.4Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »