Hoje, acompanhando as estreias o filme escolhido é O Duplo!
O filme O Duplo (The Double) lançado em 2015, foi dirigido por Richard Ayoade. O filme é a adaptação ao cinema do romance de Fiódor Dostoiévski, com um roteiro  de Avi Korine e Richard Ayoade, o longa-metragem traz para a tela o estilo “noir” e um ambientação instigante, interessante e surpreendente na minha opinião.
A história do filme é a seguinte Simon (Jesse Eisenberg) é um jovem e neurótico rapaz, que certo dia, tem um grande choque ao se deparar com seu novo colega de trabalho, um sujeito com a mesma aparência física que a sua, porém, personalidade exatamente oposta, chamado James. Além de aguentar as humilhações constantes de seu chefe (Wallace Shawn), agora, Simon descobre que seu sósia é tudo que ele não é: confiante, charmoso, bem sucedido e superficial.
Acho que ficou claro que eu realmente gostei muito do filme, é um suspense de respeito com toques de comédia bem colocados que em determinadas situações podem ser considerada humor negro, como quando o personagem de Simon é questionado se ele vai cometer ou não suicídio. É muito divertido ver o personagem de Simon tentando competir com seu sósia.
Sobre o elenco, é impressionante a atuação de Jesse Eisenberg interpretando duas personalidades tão distintas de forma completa a passar a impressão para o espectador que são realmente duas pessoas diferentes enquanto que no filme os personagens não notam. O filme conta tambem com Mia Wasikowska, Cathy Moriarty, Chris O’Dowd, Craig Roberts (II), Gemma Chan, J. Mascis, James Fox (I), Jon Korkes, Noah Taylor, Phyllis Somerville, Rade Serbedzija, Sally Hawkins, Susan Blommaert, Tony Rohr, Wallace Shawn e Yasmin Paige. O elenco esta muito bem escolhido e bem construído, ainda que alguns tenham pouco tempo de tela, no geral todo o elenco entrega personagens completos.
A atuação de Jesse Eisenberg prende a atenção do espectador durante todo o filme, ainda que o inicio do filme tenha um ritmo mais lento, o espectador fica interessado em acompanhar a história. A fotografia e ambientação “atemporal” do filme é outro ponto positivo do filme.
O roteiro de O Duplo é muito inteligente e instigante, na verdade a frase perversamente brilhante define melhor o filme. É com certeza um filme que vale a pena ver no cinema, então fica a dica.
O Duplo - Comentários
3.3Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »