Acompanhando as estreias da semana, vamos falar de O Destino de Júpiter!
O filme O Destino de Júpiter (Jupiter Ascending) foi lançado em 2015. Dirigido pelos irmãos Wachowski, Andy Wachowski e Lana. Os mesmo criadores da trilogia Matrix, isso significa que o filme tem grande peso para o público, que vive questionando os irmãos Wachowski sobre quando criarão um filme tão brilhante quanto Matrix.
A trama gira em torno de Jupiter Jones (Mila Kunis) que é a descendente de uma linhagem que a coloca como a próxima ocupante do posto de Rainha do Universo. Sem saber disto, ela segue sua vida pacata trabalhando como empregada doméstica nos Estados Unidos, país onde vive após deixar a Rússia. Um dia, ela recebe a visita de Caine (Channing Tatum), um ex-militar alterado geneticamente que tem por missão protegê-la a todo custo e levá-la para assumir seu lugar de direito.
Bom… Não foi dessa vez! Com um roteiro fraco os irmãos Wachowski nos dão um filme longo, ou melhor, arrastado que apesar de figurino “futurista” coerente com a proposta, efeitos visuais e artes conceituais muito bem feitos, não conseguiram emplacar com esse filme.
O longa-metragem tem lutas bem coreografadas que entretém os espectadores, contudo é muito difícil emplacar uma história de donzela em perigo, hoje em dia. Eu pessoalmente já fico extremamente incomodada, por eles ainda usarem essa premissa ultrapassada. Com tantas personagens femininas fortes no cinema e na televisão, diretores e roteiristas que insistem nisso tendem amargar o fracasso.
Sobre o elenco, o filme conta com Mila Kunis, estava até que atuando bem, provavelmente porque tinha poucas falas apesar do grande tempo de tela. Channing Tatum eu sou fã dele admito. Eddie Redmayne estava canastra no papel de vilão, mas depois de assistir o filme A Teoria de Tudo (2014) não tem como ele cair no meu conceito. O restante de coadjuvantes Sean Bean, Douglas Booth, Tuppence Middleton, Doona Bae, Tim Pigott-Smith tiveram atuações que variam de básicas à medianas, eu acredito que seja porque o roteiro não deu muita margem para os atores explorarem os personagens.
Pontos positivos Channing Tatum sem camisa e cenas de ação bem coreografadas como mencionei antes. Eu admito vejo filme ruim por causa dos atores e o filme O Destino de Júpiter se enquadra nesses casos, quem tiver curiosidade de assistir mesmo assim, espere ate sair na televisão! NetFlix, TelecinePlay, Now, Sessão da Tarde estão ai exatamente para isso. Quem insistir em ver no cinema foque nos pontos positivos já citados.
O Destino de Júpiter - Comentários
2.8Overall Score
Reader Rating: (4 Votes)
Translate »